24 de setembro de 2021

Quem é o Camponovense, humorista anônimo que movimenta as redes sociais na região

 


Se você acessa com frequência as redes sociais, provavelmente já deparou com a expressão “tchô do céu”, “e o gole” ou alguma foto que flagra um veículo mal estacionado pelas ruas de Campos Novos. Provavelmente é obra do humorista O Camponovense.

 

Somando Instagram e o Facebook, o humorista mascarado conta com 50 mil seguidores que acompanham seu estilo de conteúdo: vídeos geralmente curtos mostrando situações inusitadas, além de comentários sarcásticos, acontecimentos diários do município de Campos Novos e região, que envolvem política, trânsito e até mesmo ações sociais,

No entanto, a identidade de quem está por trás da máscara que personifica a página de humor criada em 2015 ainda é uma incógnita.

“Tcho do céu! São tantas ameaças de processos e agressões que perdi a conta, por isso prefiro manter minha identidade em sigilo, só irei revelar minha identidade, um dia no palco durante um show do Luan Santana em Campos Novos”, brinca o humorista.



Projeto Sabe o Lixo? Virou Arte chega a sua fase final

 


Neste sábado, dia 25, acontece o Concurso Artístico “Sabe o Lixo? Virou Arte!”. Essa é a etapa final do projeto que foi realizado em todo ano de 2021 nas escolas municipais  dos municípios de Anita Garibaldi e Celso Campos, nas escolas estaduais de Campos Novos  Novos e no CRAS - Centro de Referência da Assistência Social de Abdon Batista,  envolvendo mais de 400 alunos e professores.

 

O projeto é uma iniciativa do Instituto Humaniza, patrocinado pela Enercan – Campos Novos Energia S.A e a Statkraft Brasil, sendo realizado através da Lei Rouanet de Incentivo a Cultura, consiste na sensibilização de criança e adolescentes na reutilização de recursos recicláveis para fazer arte, nesse caso, música e teatro.

 

O concurso inicia às 13h30, vai ser realizado no Galpão Criolo em Campos Novos, e conta com a apresentação dos alunos representantes de cada unidade escolar ou CRAS, de forma individualizada, a fim de seguir os protocolos de não aglomeração nos ambientes.

 

Por isso o evento será transmitido de forma on-line, através do canal do YouTube do Instituto Humaniza e também do Facebook da instituição.

 

Inclusive o show “Ruído Sonoro do PATUBATÊ” que encerra a programação do evento e está previsto para as 18h, será transmitido em tempo real.

 

Além disso, o concurso vai contar com a participação do público. Escolas, familiares e amigos poderão votar no Prêmio de Interação Social e escolher a apresentação de sua preferência. A votação acontece no site www.sabeolixovirouarte.com.br e a apresentação musical e teatral mais votada vão receber um troféu destaque.

Acompanhe a seguir o cronograma das apresentações.






22 de setembro de 2021

Patrulha Rural inicia trabalho para combater criminalidade no interior de Abdon Batista

 


O prefeito de Abdon Batista, Dile, recebeu na manhã desta quarta-feira (22) no Gabinete da prefeitura, o comandante do 5º Grupamento da Polícia Militar (CPPM), 3º Sargento da PM, De Sá, acompanhado pelo Sargento Laureci, e os soldados Rezende e Lucas, que iniciaram nesta semana, a patrulha rural no interior do município.

 

De acordo com o prefeito Dile, o município conta aproximadamente 580 propriedades rurais, e a maior renda de Abdon Batista é estimulada pela agricultura e esta ação irá oferecer mais segurança ao homem do campo.

As rondas serão feitas regularmente no interior do município com o intuito de coibir a ação dos criminosos.




Colisão entre carro e caminhão deixa quatro mortos na BR-153

 


Quatro pessoas morreram em uma colisão frontal entre carro e caminhão registrada na manhã desta quarta-feira (22) na BR-153, em Água Doce. Bombeiros foram acionados por volta das 7h20min para a atender o acidente nas proximidades do Posto de Fiscalização da Cidasc, sentido Paraná.

No local, os socorristas constataram que todos os ocupantes do carro estavam com ausência dos sinais vitais. Os corpos foram desencarcerados das ferragens para serem encaminhados para necropsia.

 

A ocorrência ainda está em andamento. 


Fonte: Caco da Rosa



21 de setembro de 2021

PM de Campos Novos prende autor de furtos em veículos

 


A Polícia Militar de Campos Novos prendeu nesta terça-feira (21), o homem de 37 anos, autor de furtos em veículos registrados no município. De acordo com informações apuradas pelo Portal Correio Camponovense, o individuou estava foragido e foi preso pelos policiais militares nas proximidades do “Capão do amor”, bairro São Sebastião.

Novo quartel do Corpo de Bombeiros é inaugurado em Campos Novos

 

Fotos/Jornal Folha Independente

Foi inaugurado na manhã desta terça-feira (21) o novo quartel do Corpo de Bombeiros de Campos Novos, localizado na Rua Benjamin Cola, Bairro Senhor Bom Jesus, próximo ao Agiliza Campos Novos. A solenidade contou com a presença com a presença do comandante-geral da corporação, além de autoridades locais e regionais.

 

A construção da nova sede recebeu investimentos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom), formado pela contribuição na tarifa de água e por taxas da corporação, além recursos de verba do orçamento do município de Campos Novos, somando  proximamente R$ 1.046.932,70.

 

“O novo quartel conta com estrutura ampla, sala de aula, área administrativa,  além de alojamento e serviço de segurança contra incêndio”, destaca o comandante do Bombeiro, tenente Francisco Scharf  Filho.

 

 A nova estrutura também irá abrigar o Serviço Móvel de Urgência – SAMU.







Ladrão quebra vidro de carro e furta celular e dinheiro no Centro

 


Às 21h dessa segunda-feira (20) a Polícia Militar registrou ocorrência de furto em veículo, na Rua: São João Batista, no Centro de Campos Novos. No local os policiais militares constataram que, a vítima, uma mulher de 25 anos, estava trabalhando em seu escritório, quando saiu para ir para casa, percebeu que o vidro do lado passageiro de seu veículo estava quebrado.

 

Ao entrar no carro percebeu que havia uma pedra no interior do veículo utilizada para quebrar o vidro e verificou que tinham furtado a sua bolsa com um celular marca Nokia e R$ 500 em espécie. Nenhum suspeito foi encontrado, sendo efetuado o registro do BO.


Sequência de mortes trágicas acende alerta na BR-282, segunda rodovia mais letal em SC

 


Airton, Helena e Luyz viraram estatística. Eles eram, respectivamente, um pai de três filhos; uma mãe e avó de uma criança de cinco anos; e o filho do meio de uma família numerosa. Os três não se conheciam, mas tiveram um ponto trágico em comum: morreram na BR-282. O intervalo tão curto entre os acidentes que vitimaram o trio chamou atenção e colocou holofotes sobre a segunda rodovia federal mais letal em SC em 2021.

Airton, vocalista da Garotos de Ouro, faleceu na primeira hora do dia 13 de setembro. Helena e Luyz faleceram no mesmo dia 15 deste mês, após os carros em que estavam colidirem.

 

O trio está entre os oito mortos na BR-282 em um período de quatro dias, de 12 a 15 deste mês. Na rodovia de mais de 660 quilômetros, foram registradas 68 mortes de janeiro até o dia 19 de setembro de 2021, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). No levantamento, a estrada ocupa a segunda posição no ranking trágico. A primeira colocada é a BR-101, que registrou no mesmo período 92 óbitos.

A BR-470, que em SC percorre de Navegantes até Campos Novos, está na terceira posição com 43 mortes. Já a BR-280 registrou 23 óbitos. Apenas a BR-158 não registrou acidentes com mortes neste ano (veja lista abaixo).

 

Especialistas apontam a imprudência e a falta de investimentos como prejudiciais para a segurança da BR-282, que liga Florianópolis a São Miguel do Oeste.

 

Oito mortes em quatro dias

Entre os dias 12 e 15 de setembro, oito pessoas morreram em acidentes na BR-282. No dia 12, Camila Augusto da Silva, 30 anos, e os dois filhos dela - uma menina de 11 e um adolescente de 13 anos - foram encontrados sem vida pelos socorristas após o carro em que estavam colidir contra um micro-ônibus de um time de vôlei. O acidente aconteceu em Lages.

Um dia depois, 13 de setembro, o cantor e fundador da banda Garotos de Ouro também morreu em um acidente na rodovia. Airton Machado, 62 anos, dirigia o ônibus do grupo quando colidiu contra um barranco, no trecho da BR-282 que corta Águas Mornas.

 

No dia 15, Helena Paris, 69 anos, a filha Roselei Paris, 48 anos, e a neta Hemilly, cinco anos, morreram após o carro onde estavam colidir com outro veículo. A tragédia teve ainda uma quarta vítima: Luyz Camargo de 26 anos, natural de Ponte Serrada, no Oeste, também morreu.

O último fim de semana também foi violento na rodovia federal. Segundo a PRF, entre sábado (18) e domingo (19), três pessoas morreram na BR-282.

 

O primeiro acidente ocorreu no sábado, no km 543 da rodovia em Chapecó. O motorista de um carro, com placas do Paraná, bateu de frente em outro veículo por volta das 18h15. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Cerca de 30 minutos depois, às 18h45, uma motociclista morreu após também bater de frente com um carro no km 609, em Maravilha, no Oeste de Santa Catarina.

 

Já o último acidente deste fim de semana ocorreu no domingo. O motorista de um carro, com placas de Nova Erechim, não resistiu aos ferimentos ao capotar o veículo no km 564 da BR-282, em Pinhalzinho, também no Oeste.

 

Rodovias federais de SC com mais mortes em acidentes em 2021

•​BR-101: 92

•​BR-282: 68

•​BR-470: 43

•​BR-280: 23

•​BR-116: 12

•​BR-153: 5

•​BR-163: 1

•​BR-480: 1

•​BR-158: 0

Fonte: Polícia Rodoviária Federal, com dados até 19 de setembro

 

Principal causa de acidentes é humana, diz PRF

Por ser uma das principais rodovias do Estado, diariamente, milhares de veículos cruzam a BR-282. Para o chefe do Núcleo de Comunicação Social da PRF, Adriano Fiamoncini, devido à extensão da via, é "normal" que ela tenha uma grande quantidade de acidentes.

Porém, ele enfatiza que a culpa das mortes não é da rodovia, mas sim da imprudência dos motoristas que passam diariamente por ela.

 

— A rodovia nunca matou ninguém e nunca vai matar. Quem mata são os motoristas que passam por ela. Claro, poderia haver mais terceiras faixas em alguns pontos de Serra, para os veículos pesados de carga liberarem espaço aos veículos mais leves. Ela precisa ter mais investimento, mas a principal causa é humana — pontua.

Para o especialista em trânsito e transporte, Fábio Campos, o comportamento do motorista é importante para garantir a segurança da via. Ele relembra que a BR-282 é uma rodovia que conta com condições diferentes a cada trecho e, por isso, o cuidado é fundamental.

 

— É uma via em que o motorista precisa ter muita prudência. Tem trechos em que vai haver serração, outros, curvas acentuadas. Por isso, é importante que em toda a viagem ele tenha um comportamento adequado para evitar as tragédias — salienta.

 

Duplicação ainda não é realidade

Mesmo com os altos números de acidentes e a importância da rodovia para o Estado, ainda não há planos de quando a BR-282 deve ser duplicada. O trecho, inclusive, não consta entre as vias que vão receber do Estado investimentos de R$ 465 milhões para obras nas estradas federais. Apesar da ação do governo de SC, melhorias em BRs são de responsabilidade  do governo federal.

O dinheiro, que já teve aprovação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), será aplicado em melhorias na BR-470 (R$ 300 milhões), BR-163 (R$ 100 milhões), BR-280 (R$ 50 milhões) e BR-285 (R$ 15 milhões).

 

Mas, a sucessão de acidentes dos últimos dias fez com que o líder do MDB na Alesc, Valdir Cobalchini, propusesse a criação de uma frente parlamentar a favor da rodovia. O objetivo é viabilizar soluções rápidas para a BR-282.

Além disso, em junho deste ano, a Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) lançou o projeto BR-282 + Segura e Eficiente. A sugestão era implantar 69 quilômetros de faixas adicionais entre o litoral e Lages. A estimativa é de que a obra custasse R$ 192,9 milhões.

 

Para o especialista em trânsito e transporte, Fábio Campos, a duplicação da rodovia é fundamental para diminuir o risco de acidentes. Ele explica, por exemplo, a situação da BR-470, onde, nos trechos em que houve a duplicação, já há redução no número de mortes.

  

— Nós tínhamos um trecho da BR-470, ali em Navegantes, que aliviou o número de acidentes por conta da duplicação. Uma rodovia duplicada se torna mais segura, ainda mais com uma malha viária como a nossa. Enquanto isso não ocorre, há um problema — reforça.

 

O especialista também alerta para a necessidade de aumentar as fiscalizações nas estradas, além de políticas públicas que ajudem a tornar o trânsito um lugar mais seguro nas rodovias catarinenses.



 

— Infelizmente, morrem pessoas [nas rodovias] e são mortes violentas. Uma já é suficiente para causar um impacto. Por isso, temos que cobrar e achar uma saída para diminuir esse índice — finaliza.


Fonte: Diário Catarinense