16 de setembro de 2020

Escolas de Campos Novos melhoram IDEB, mas ainda não alcançam metas dos anos finais




O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgado nesta terça-feira (15), indica que Campos Novos voltou a atingir a meta nas séries iniciais do Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano. No entanto, voltou a regredir nos anos finais, considerando o desempenho de todas as redes públicas de ensino. O ensino médio mostrou sinais de reação, ficando acima da meta. Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira.

O índice tem metas diferentes para cada ano de divulgação e também metas específicas nacionais, por unidade da federação (estados e municípios), por rede de ensino e por escola. A intenção é que cada instância melhore os índices para que o Brasil atinja o patamar educacional da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Em termos numéricos, segundo o Inep, isso significa progredir da média nacional 3,8, registrada em 2005 na primeira fase do ensino fundamental, para um Ideb igual a 6 em 2022, ano do bicentenário da Independência. Para os anos finais do ensino fundamental, a meta nacional é 5,5 e, para o ensino médio, 5,2. Esta é a penúltima divulgação do Ideb antes do fim das metas previstas. A próxima divulgação será em 2022, referente as avaliações de 2021.

O Ideb é calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), cujas provas foram aplicadas em 2019. O Saeb avalia os conhecimentos dos estudantes em língua portuguesa e matemática. O índice final varia de 0 a 10.

Resultados da rede pública

O índice registrado nos anos iniciais em Campos Novos passou de 5,9 em 2017 para 6,1 em 2019, superando a meta de 5,9 considerando todas as escolas públicas estaduais e municipais, faltando pouco para atingir a meta de 2021, que está em 6,2. Já nos anos finais do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, recuou de 4,6 em 2017 para 4,2 em 2019, abaixo da meta para o município, que era de 5,6. Em 2021, a meta dos anos finais está em 5,8. No ensino médio, passou de 3,1 para 4,1, ficando acima da meta 2019 que era 3,3.

Rede municipal

A rede municipal administrada pela Secretaria de Educação de Campos Novos avançou na nota dos anos iniciais, além de superar a meta de 5,8 em 2019. A rede municipal passou da nota 5,8 em 2017 para 6,4 em 2019, superando inclusive a meta de 2021, que está em 6,1. Desde 2005, o município vem evoluindo na nota, com exceção de 2017, em que a média ficou estagnada com relação ao resultado de 2015, em 5,8. A taxa média de aprovação passou de 94,8% para 97,1% e a média nas provas do SAEB aplicadas em todas as séries, passou de 6,08 para 6,55. 

Ideb nas escolas municipais

Nas metas dos anos iniciais por escola, apenas duas alcançaram a meta: CAIC Professora Nair da Silva Gris com nota 7,3 e meta 6,0 e a GEM Jardim Bela Vista, com nota 7,3 quando a meta era 6,2. As duas escolas também melhoraram o desempenho de 2017, quando obtiveram notas de 6,4 e 6,8, respectivamente. As demais escolas, Novos Campos obteve Ideb de 5,4, mesmo resultado de 2017 e Waldemar Rupp, passando de 4,3 para 5,1 em 2019. Já nos anos finais, a única escola com resultados divulgados foi a Novos Campos, com nota 3,9. Em 2017, as escolas CAIC e Nair Gris tiveram melhor desempenho, com notas 6,1 e 5,2, respectivamente.

Rede estadual

A Rede Estadual de Educação não atingiu as metas estipuladas pelo governo nos anos iniciais nem nos finais, o que puxou para baixo os resultados gerais do município. As séries iniciais pioraram seu desempenho no Ideb, passando de 6,0 para 5,5 em 2019, não atingindo meta projetada de 6,1. A taxa média de aprovação nas escolas estaduais para os anos iniciais baixou de 94,7% para 93,6% em 2019 e a nota do SAEB do 1° ao 5º ano passou de 6,35 em 2017 para 5,92 em 2019.

Houve regressão também nas notas dos anos finais, passando de 4,6 para 3,8. A meta dos anos finais fixada pelo governo estava em 5,5. A taxa de aprovação dos anos finais caiu 81,6% para 74,9% e a média no SAEB de 5,58 para 5,07. O ensino médio ofertado pela rede estadual em Campos Novos foi o único a atingir a meta, obtendo nota de 4,1 quando a meta era 3,5. Em 2017, o ensino médio teve nota 3,1.

Ideb nas escolas estaduais 

Quanto ao Ideb das escolas estaduais, nenhuma unidade alcançou as metas dos anos finais e anos iniciais. Na primeira fase escolar, Gasparino Zorzi teve Ideb de 6,2 quando a meta era 6,3. A mesma meta era perseguida pela escola Paulo Blasi que obteve nota 5,1. A escola José Faria Neto no Ibicuí, tinha a meta de 5,5 mas alcançou 4,7. Todas as escolas tiveram desempenho inferior ao medido em 2017 nos anos iniciais. Já nos anos finais, Paulo Blasi e Gasparino Zorzi tiveram a mesma nota 3,9; Escola Professora Antônia Correa Mendes obteve nota 4; José Faria Neto 4,3 e Rafael Dal Pai, 4,2.

 Fonte: Folha Independente  

Comentários
0 Comentários