12 de setembro de 2020

Governo de Santa Catarina negocia doses de vacina para coronavírus




Santa Catarina entrou na corrida pela vacina contra o novo coronavírus. O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, confirmou que já há tratativas em andamento para garantir doses – mas não deu detalhes sobre a qual, ou quais, as vacinas que estão na mira do governo.

Também não está claro, ainda, se o governo está procurando garantir a compra de doses, ou acordos que envolvam fase final de testes.

Outros estados já anunciaram parcerias e negociações, e o principal alvo no momento é a vacina russa, a Sputinik V. Nesta sexta-feira (11), o governo da Bahia anunciou acordo com o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF), para receber 50 milhões de doses.

O governo do Paraná já havia firmado o mesmo tipo de acordo com a Rússia. Os testes da imunização em humanos ainda dependem de autorização da Anvisa. A expectativa é que a vacina chegue já em outubro.

São Paulo tem acordo com a indústria farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, que já executa testes no estado.

O governo federal, por sua vez, destinou R$ 1,9 bilhão de reais para a compra da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford. Os ensaios foram suspensos esta semana porque houve relato de efeitos colaterais – o que é considerado parte da rotina no processo de desenvolvimento das vacinas.

Fonte: NSC 
Comentários
0 Comentários