5 de setembro de 2020

Setor de eventos pede apoio para reabertura das atividades em Campos Novos

 


Vender equipamentos para sobreviver, contas atrasadas, endividamento. Situações complicadas foram relatadas pelos empresários do setor de eventos de Campos Novos, um dos mais prejudicados pela pandemia, com atividades suspensas há quase seis meses. Eles se reuniram com o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro na tarde dessa quinta-feira (3) no auditório da CDL/Acircan, para buscar representação no Estado em busca de solução para a reabertura gradual e para a retomada econômica do setor.

“O setor de eventos engloba 40 categorias em média, são o setor de decoração, divulgação, fotos e filmagens, cerimonialistas, músicos, som, luz, limpeza, segurança, alguns deles 100% parados há seis meses. Eventos não é só festa. Existem os eventos corporativos, os sociais, casamentos, formaturas e o setor vem se mobilizando a nível nacional para levar a mensagem aos governadores, senadores, deputados para uma reabertura gradual do setor”, destacou o organizador da reunião, Márcio Azevedo, sócio da MR Som.

O prefeito explicou que a curva de contaminação no município está estabilizada, com queda de casos graves e internamentos em UTI, mas mesmo assim, o município precisa respeitar o regulamento estadual que proíbe os eventos quando a região estiver em risco gravíssimo no mapa de monitoramento do governo estadual. O prefeito se comprometeu em liberar as atividades do setor em nível municipal, assim que o estado lançar regramento para o setor.

A região permanece em nível gravíssimo no mapa de monitoramento estadual, e a expectativa do prefeito, é de nas próximas semanas, os municípios da região de Campos Novos e Joaçaba saiam desse patamar. Ele pediu que as pessoas debobrem os cuidados, com uso de máscaras e álcool em gel. Enquanto os eventos não são liberados, o setor está organizando os protocolos de reabertura com segurança adaptado a realidade da região. 


Fonte: Folha Independente 

Comentários
0 Comentários