8 de outubro de 2020

Bombeiros de Campos Novos auxiliam nas buscas de homem desaparecido em Barracão

 


O Corpo de Bombeiros de Campos Novos deslocou na tarde desta quinta-feira (08), uma equipe para auxiliar nas buscas pelo homem que está desaparecido desde sábado (03), na ponte que faz divisa com Santa Catarina e Rio Grande do Sul. 

A solicitação para auxilio dos bombeiros de Campos Novos, veio por meio dos Bombeiros Voluntários de Barracão, a equipe de buscas é composta por bombeiros de Curitibanos e Campos Novos sendo o Cabo Fumagalli, Sargento Joanir e Soldado Giandro, a informação foi repassada pelo comandante dos bombeiros de Campos Novos ao jornalismo do Portal Correio Camponovense, tenente Scharf.

 O Corpo de bombeiros do Rio Grande do Sul mantém as buscas por Patrick Vans Zotti, de 24 anos. Ele desapareceu junto com sua companheira, Liliane Lopes Marques, de 29 anos, no último sábado (3), no município de Barracão. A mulher foi encontrada sem vida no final da manhã de segunda-feira, no rio Pelotas, aproximadamente cinco quilômetros da Ponte que liga o Rio Grande no Sul ao Estado de Santa Catarina, pela BR 470.

Ainda no sábado, o veículo da família foi encontrado abandonado sobre a ponte que divide os dois estados, com o porta-malas aberto. No veículo foi localizado um cabo de ferramenta (enxada ou machado), suja de sangue. Havia marca de sangue no veículo e também no para-peito da ponte. Na casa onde o casal morava, também foram encontrados sinais de sangue. 

 

A Investigação 

Segundo o delegado responsável pela investigação, José Marcos Falcão de Melo, foi solicitada a perícia do material biológico que estava na ponte, no veículo, no cabo da ferramenta e na casa onde o casal vivia. Segundo ele, o laudo deverá dar maiores indicativos sobre este crime. O delegado esclareceu que a necropsia identificou que Liliane foi morta com golpes na cabeça. “Não foi localizado água nos pulmões e no estômago dela, o fato dele não ter afundado também indica que havia ar nos órgãos internos quando o seu corpo foi jogado no rio”, explicou.  

O delegado ainda recolheu eletrônicos da casa, para rastrear as ações do casal nos dias que antecederam o crime. 

 

Suspeita de feminicídio seguido de suicídio 

O delegado explicou que até o momento a investigação aponta para um feminicídio seguido de suicídio. “Testemunhas relataram que na última semana o casal havia brigado diversas vezes, e a mulher havia relatado a possibilidade do casal se divorciar”. Ele ainda destacou que na residência onde o casal vivia não há sinais de arrombamento ou que algo estivesse faltando, porém, havia sinal de luta. A suspeita da polícia é que seja resultado de uma briga do casal. 

Falcão comentou que a investigação neste momento aponta para um possível suicídio de Patrick, visto que no veículo abandonado na ponte estavam todos os objetos pessoais dele. “Ele não fugiria sem levar seus objetos pessoais, como documentos, carteira e peças de roupas”, disse o delegado.

 

Buscas por Patrick Vans Zotti seguem 

O Corpo de Bombeiros de Lagoa Vermelha e Vacaria se alternam nas buscas por Patrick Vans Zotti no rio Pelotas. O delegado disse que a linha de investigação se manterá enquanto os bombeiros não derem por encerradas as buscas. Caso ele não seja encontrado, outras linhas de investigações poderão ser consideradas. Porém, destacou que os bombeiros enfrentam uma série de fatores que dificultam as buscas. “O rio é muito grande, tanto na sua largura quando no seu trajeto, além disso, as chuvas que caíram nos últimos dias deixaram as águas agitadas em alguns pontos”, comentou o delegado. 

Falcão disse ainda que, diferentemente do que aconteceu com Liliane, que não afundou por ter ar dentro do corpo, Patrick pode ter afundado, e desta forma seu corpo poderia demorar alguns dias para emergir, caso ele realmente tenha cometido suicídio após jogar o corpo da sua companheira da ponte.


Contribuição: O Nacional de Passo Fundo

 

Comentários
0 Comentários