20 de outubro de 2020

De folga, bombeiro evita fuga de ladrão em Santa Catarina



Em determinado momento ele observou uma movimentação diferente no estacionamento da Loja, que fica quase de frente para onde ele estava. Então foi até o local ver o que estava acontecendo. Ao entrar no estacionamento ouviu pessoas dizendo que uma pessoa teria furtado uma bicicleta. Na mesma hora as pessoas diziam "já pegaram, já pegaram" se referindo ao ladrão.

Conforme relatado pelo próprio militar, segundos após ao sentar-se novamente junto a sua família, ouviu uma gritaria e observou uma correria lá fora. Quando o soldado saiu da cafeteria e entrou no estacionamento viu o criminoso se afastando das pessoas que tinham tentado contê-lo, e que no final da ocorrência é que ficou sabendo que o criminoso se afastava, porque havia agredido alguém com uma barra de ferro, e as pessoas ficaram com medo do criminoso, deixando ele escapar.

Disse, que nesse momento em que viu as pessoas paradas, deixando o criminoso fugir, partiu para a captura do criminoso. No mesmo instante, sem pensar em mais nada, nem mesmo se o ladrão estava armado, ou se ele tivesse uma faca, ou se tivesse algum comparsa o esperando, apenas começou a correr atrás do ladrão, porém o ladrão tinha uma boa vantagem de distância.

O ladrão percebeu que o militar começou a correr e iria atrás dele e começou a correr em direção ao estacionamento de outra loja. O soldado deu a volta no cercado do estacionamento e continuou perseguindo o criminoso. Após passar pelo pátio do estacionamento, o ladrão atravessou a marginal da BR 101, e mesmo com o trânsito intenso o soldado, com cautela, continuou correndo atrás dele, até que o ladrão tentou acertá-lo arremessando algum objeto em sua direção na tentativa de ferir ou intimidar o soldado para que desistisse de prossegui-lo, mas mesmo assim o soldado continuou a perseguição.

O ladrão continuou a fuga e tentou entrar em um bueiro, que fica próximo ao trevo de Barreiros, foi quando o soldado o alcançou, já com a metade do corpo pra dentro do bueiro, e começou uma luta para tentar imobilizar o ladrão. O soldado tentou imobilizá-lo ali mesmo, com metade do corpo pra dentro do bueiro, mas não teve sucesso. O criminoso conseguiu sair, foi se arrastando para cima do bueiro, com o soldado por cima dele tentando contê-lo, até que o ladrão alcançou pedaços de concreto, que estavam em cima da tampa do bueiro, e tentou acertar a cabeça do soldado, mas o militar conseguiu se defender. A luta continuou, e quando o bombeiro conseguiu imobilizar o ladrão de uma forma em que não oferecesse mais risco, aí sim chegaram mais pessoas para ajudar a conter o meliante, até a chegada de uma guarnição da Polícia Militar, que efetuou a prisão em flagrante.


Comentários
0 Comentários