25 de novembro de 2020

Santa Catarina tem aumento de 330% no número de regiões gravíssimas




O número de regiões em nível gravíssimo no mapa de risco que monitora a Covid-19 em Santa Catarina teve um aumento expressivo esta semana. Segundo a atualização mais recente, que data desta quarta-feira (25), o Estado passou de três para 13 regiões nesta categoria, considerada a mais alarmante na escala.

O aumento no número de regiões em nível gravíssimo, comparado ao divulgado na semana passada, corresponde a 333%. Com as mudanças, 81% das 16 regiões de Santa Catarina passam a estar nesta categoria.

A atualização também indica que três regiões estão em nível grave – marcadas com a cor laranja. O novo mapa, predominantemente vermelho, mostra nesta cor as regiões Extremo Oeste, o Alto Uruguai Catarinense e a Foz do Rio Itajaí.

Entre as regiões que tiveram a situação agravada estão o Oeste, Meio-Oeste, Alto Vale do Rio do Peixe, Planalto Norte, Nordeste, Alto Vale do Itajaí, Médio Vale do Itajaí, Serra, Grande Florianópolis, Carbonífera e Extremo Sul.

Piores momentos em Santa Catarina

Nesta terça-feira (24) o Estado registrou mais 4,1 mil novos casos da Covid-19, o que totaliza 332 mil confirmações desde o início da pandemia. Os números são semelhantes ao fim de agosto, quando a pandemia havia apresentado seus piores momentos.

Hoje o Estado soma mais de 24 mil pacientes ativos da Covid-19 e já quebrou o recorde de casos confirmados em 24 horas três vezes consecutivas nos últimos dias. Florianópolis é considerada o epicentro da doença, seguida de Joinville, Blumenau e São José.

Fonte: NDmais 

Comentários
0 Comentários