5 de março de 2021

Campos Novos registra Carta de Intenções para compra direta de vacinas de Covid-19




Na quarta-feira, dia 03 de março de 2021, Campos Novos teve um dia marcante na luta contra o Coronavírus. Através da Fecam, a Federação Catarinense de Municípios, foi protocolada uma Carta de Intenções (Letter Of Intent) para a aquisição de vacinas de forma direta.

A iniciativa partiu após a aprovação pela Câmara dos Deputados para a compra direta de vacinas pelos municípios, estados e também pela iniciativa privada. O projeto, que já foi aprovado pelo Senado Federal, depende agora de sanção do Governo Federal.

O documento encaminhado lista a intenção de compra direta de cinco mil doses da Vacina Sputnik V (Gam-COVID-Vac) que é produzida pelo instituto russo de pesquisa The Gamaleya Center e financiado pelo fundo Russia Direct Investiment Fund (RDIF).

Através do documento, foi solicitado a empresa distribuidora internacional de medicamentos TMT GLOBALPHARM LTD o envio de proposta comercial e condições para o fornecimento da referida vacina.

O pedido, em caso de atendimento, irá beneficiar diretamente os professores, bombeiros militares, policiais e todas as equipes dos profissionais que estão na linha de frente de enfrentamento ao Coronavírus. A quantidade listada na intenção de compra está dentro das disponibilidades financeiras do município.

A Sputnik V usa a tecnologia de vetor viral. Nesse tipo de vacina, um outro vírus (nesse caso, o adenovírus) implanta o material genético do Coronavírus, o RNA, para dentro do nosso corpo. Mas esse adenovírus é modificado para não conseguir se replicar (reproduzir). Por isso, ele não causa doença.

Segundo resultados preliminares publicados nesta terça-feira (2) na revista científica “The Lancet”, uma das mais respeitadas do mundo, a vacina Sputnik V teve eficácia de 91,6% contra a Covid-19, ou seja, ela conseguiu reduzir em 91,6% os casos de Covid-19 no grupo vacinado em relação ao grupo não vacinado. A eficácia, ainda de acordo com a revista, contra casos moderados e graves da doença foi de 100%.

Não existe certeza no atendimento da carta de intenções e nem da chegada dessas doses ao município. A Fecam tem a responsabilidade de manter o contato com a empresa distribuidora e relatar ao município sobre a proposta comercial, os preços e se a carta de intenções será aceita.

 

Fonte: Ascom

Comentários
0 Comentários