Header Ads Widget

ANUNCIO NOTICIAS SUPERIOR

Três festas com aglomerações de pessoas foram encerradas pela Polícia Militar no final de semana em Campos Novos




Às 21h de sábado (24), a Polícia Militar de Campos Novos atendeu ocorrência de perturbação do trabalho e sossego alheio, com aglomeração de pessoas, na Rua: Jean Martins Ribeiro, no Bairro Aparecida. Durante operação choque de ordem a Central de Operações da Polícia Militar (COPOM) foi informada por populares que na Rua atrás da Escola Santa Julia Billiart, estava ocorrendo uma festa com aglomeração de pessoas, consumo de bebida alcoólica e som muito alto.

As guarnições deslocaram ao local, onde constataram os fatos, numa residência foi flagrado vários homens e mulheres fazendo ingestão de bebida alcoólica, com som e algazarra de volume muito alto e todos os participantes da aglomeração não faziam uso de máscaras, como também não respeitavam a distância mínima exigida pelo decreto estadual, destinado a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa (Infração de medida sanitária preventiva). 


Diante dos fatos, a aglomeração foi interrompida, identificado os participantes e confeccionado o Boletim de Ocorrência de Termo Circunstanciado, em desfavor dos responsáveis pela residência e pela festa, os quais irão responder em juízo, pelos crimes de Perturbação do Trabalho e Sossego Alheio e Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa (Medida Sanitária Preventiva).


Às 23h00 de sábado (24), a Polícia Militar atendeu outra ocorrência de desobediência e descumprimento de medida sanitária, numa casa de eventos, nas margens da Rodovia BR 282, no Bairro Senhor Bom Jesus. Uma guarnição foi acionada, para deslocar ao local onde estava ocorrência aglomeração de pessoas fora do horário determinado pelo decreto Estadual. No local os policiais militares constataram que, o local estava funcionando fora do horário previsto pelo decreto e inúmeras pessoas aglomeradas sem uso da máscara. Em conversa com a proprietária, ela relatou que pediu que os clientes se retirassem no horário estabelecido pelo decreto, porém os clientes não respeitaram o pedido. Diante dos fatos, a aglomeração foi dispersada, estabelecimento fechado e lavrado um Termo Circunstanciado em desfavor da proprietária do estabelecimento, que irá responder em juízo, pelos crimes de desobediência e infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa (Medida Sanitária Preventiva).

 

Às 23h55 de sábado (24), a Polícia Militar atendeu mais uma ocorrência de desobediência e descumprimento de medida sanitária, Benjamin Constant, no Centro. Uma guarnição em patrulhamento de rotina, verificou o funcionamento de um bar em desacordo ao decreto estadual 1218/2021 e aglomeração de pessoas. Os policiais militares fizeram contato com a proprietária, ela disse que precisa pagar as contas e resolveu arriscar tocar o Bar até mais tarde. Diante dos fatos, a aglomeração foi dispersada, o estabelecimento fechado e lavrado um Termo Circunstanciado em desfavor da proprietária do estabelecimento, que irá responder em juízo, pelos crimes de desobediência e infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa (Medida Sanitária Preventiva).


Fonte: PM CN

Postar um comentário

0 Comentários

ANUNCIO RODAPÉ NOTICIAS