Header Ads Widget

ANUNCIO NOTICIAS SUPERIOR



 

Coocam completa 31 anos de fundação



Agregar valor e possibilitar melhores condições ao homem do campo. Essa é a missão da Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam), que completou nesse domingo (21), 31 anos.

 

Desde que iniciaram as atividades, oficialmente em 21 de janeiro de 1993, o sonho dos fundadores sempre foi visionário e, através da união de pessoas, os valores estão consolidados. Com perseverança para alcançar os objetivos e dedicação nos seus propósitos, sócios e equipe de profissionais tornam a cooperativa cada dia mais próspera, apesar dos obstáculos enfrentados em determinados períodos. Uma trajetória de sucesso, a qual jamais perdeu a essência e os propósitos iniciais.

 

“São 31 anos de muita história e trabalho. É lógico que não conseguimos realizar tudo o que sonhamos no tempo em que sonhamos, porém, com os pés no chão possuímos solidez em nossos negócios”, compartilha João Carlos Di Domenico, presidente da Coocam desde a fundação da cooperativa. Ele observa que as experiências vividas servem como base quando o assunto é longevidade do negócio. “Na realidade atual, quando falamos em investimentos ficamos mais cautelosos, justamente porque sabemos das inseguranças, não apenas em nível nacional, mas também no mundo. Diariamente enfrentamos ameaças de guerras, novos costumes, entre outros fatores os quais podem resultar em ótimos negócios, mas também em sérios problemas”.

 

Aliando resiliência e perseverança em meio aos desafios, os gestores da Coocam estão sempre atentos para as oportunidades de negócios. Com visão coletiva os projetos da cooperativa são pensados para serem executados por meio de parcerias, afinal, estratégias inteligentes geram vantagens aos negócios. A Coocam acredita que através do associativismo tudo fica mais fácil, produzindo com quantidade e qualidade, visão de mercado e fortalecimento do negócio, ou seja, agregando valor nas atividades  com benefícios para todos.

 

Ao longo de três décadas, a Coocam ampliou seus negócios e área de ação. Atua nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Além de todo o sistema de armazenamento, fornecimento de insumos e assistência técnica disponibilizados aos associados, atua na produção de sementes, armazenagem e industrialização das matérias primas e transporte.

 

Perspectiva para 2024

 

Falando sobre as perspectivas para esse ano, João Carlos compartilha sua opinião sobre as inseguranças vividas no mundo empresarial, especialmente sua visão como empresário rural. Para ele, 2024 chega com dificuldades comerciais e isso faz com que os investimentos sejam repensados e os projetos desacelerados. “Tínhamos fortes expectativas de investimentos que estamos reavaliando. Sabemos que não teremos supersafra, com queda de produção de pelo menos 10% devido ao clima, mas pior que isso é o mercado instável”. Ele lembra que o ano de 2023 foi de grandes dificuldades. “Acreditamos muito em equilíbrio, então precisamos de estabilidade econômica, boa logística, e uma justiça clara e justa para fomentar novos investimentos”, finaliza João Carlos, confiando que em meados de 2024, haverá melhorias e equilíbrio de mercado. “O agro é um multiplicador e disseminador de riqueza e não podemos esquecer disso”.

 

Assessoria de Comunicação



Postar um comentário

0 Comentários

ANUNCIO RODAPÉ NOTICIAS